Você está aqui: Página Inicial > Notícias > CEDH Unespar participa do II Seminário de Educação em Direitos Humanos da UFPR

Geral

CEDH Unespar participa do II Seminário de Educação em Direitos Humanos da UFPR

Geral

publicado: 14/12/2018 15h16 última modificação: 14/12/2018 15h16

A coordenadora do Centro de Educação em Direitos Humanos (CEDH) da Universidade Estadual do Paraná (Unespar) e do Comitê Gestor do Pacto Universitário pela Promoção do Respeito à Diversidade, Cultura da Paz e Direitos Humanos na Unespar, professora Andréa Sério Bertoldi, participou no dia 12 de dezembro do II Seminário de Educação em Direitos Humanos. O evento, promovido pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), em parceria com a Secretaria de Educação Continuada, Inclusão e Diversidade do Ministério da Educação (SECADI/MEC),  teve como objetivo aproximar instituições de ensino superior e apoiadoras do Pacto.

No evento a professora compartilhou a experiência da construção da rede CEDH e dos núcleos NESPI, NERA e NERG nos sete campi da Unespar, enfatizando as perspectivas e desafios do combate à violência e da promoção de cidadania e direitos humanos no ensino superior na mesa temática: Interculturalidade e Ensino Superior: caminhos para a promoção da inclusão.  A mesa contou ainda com participação da professora Ione da Silva Jovino (UEPG) e do Prof. Eduardo Biacchi Gomes (UNINTER) e foi mediada pelo Prof. Josafá da Cunha (UFPR).

O diretor do Setor de Educação da UFPR, Marcos Ferraz, participou do evento e ressaltou a importância de o Seminário acontecer nesta semana que tem dois marcos históricos: 70 anos da Declaração Universal de Direitos Humanos e 50 anos da promulgação do Ato Institucional Número Cinco (AI-5), que acabou com os direitos humanos no Brasil à época.

Pacto Universitário

Em dois anos de vigência, o Pacto Universitário tem a participação de 350 instituições de todo o Brasil, sendo o Paraná o estado que teve maior adesão em quantidade e engajamento de instituições universitárias públicas e privadas. O objetivo do projeto é discutir e encontrar estratégias para a promoção dos direitos humanos, da diversidade e da cultura paz, por meio de ações ligadas ao ensino, pesquisa, extensão, gestão, convivência comunitária e universitária.

Para o diretor de políticas de educação em direitos humanos e cidadania da SECADI/MEC, Daniel de Aquino Ximenes, o pacto tem um grande papel no sentido de valorizar e respaldar o tema dos direitos humanos e do respeito à diversidade das instituições. A expectativa para o futuro é que o tema possa ser mais aprofundado com mais linhas de estudo, pesquisa e extensão, com participação dinâmica da universidade para que a riqueza deste espaço plural torne-se, cada vez mais, um local de respeito.